?>

O que é e qual a função de um eletrocardiograma?

+ + + + +

O eletrocardiograma é normalmente pedido em situações de emergência, quando o paciente apresenta suspeita de infarto. Isto porque o resultado deste exame é registrado em gráficos que comparam a atividade cardíaca do paciente com o padrão, indicando se a atividade cardíaca está dentro da normalidade ou se há alterações nos músculos e nervos do coração.

No entanto, o exame pode ser solicitado fora da situação de emergência, como por exemplo, em uma consulta com o cardiologista. Normalmente, as condições se agravam se há histórico familiar de doenças cardíacas, ou quando o paciente tem colesterol alto, é fumante ou diabético. O exame também é utilizado em avaliações para atestar aptidão para exercícios físicos.

Este exame mede a atividade elétrica do coração a partir de eletrodos fixados na pele. Essa atividade é caracterizada pela variação na quantidade de íons de sódio nas células musculares cardíacas.

Mas afinal, como é o exame?

O eletrocardiograma é considerado um exame não-invasivo, ou seja, o paciente não é submetido a nenhum procedimento doloroso ou de alta complexidade. O paciente deita-se em uma maca, momento em que são fixados os eletrodos em várias partes do corpo. Eles captam correntes elétricas que gravam as informações cardíacas, conforme as batidas do órgão. Ao contrário da crença de muitos que vão fazer o eletrocardiograma pela primeira vez, o exame não dá choque elétrico.

O procedimento é muito rápido. Normalmente, dura menos de dez minutos e o paciente já sai do consultório com o resultado.

Como me preparar para um eletrocardiograma?

Não existe nenhuma grande recomendação de preparo específico para se submeter à este exame. No entanto, algumas pequenas atitudes podem facilitar o trabalho do médico e do paciente.

Bebidas alcoólicas devem ser evitadas. Deve-se, também, dar preferência para roupas leves. Caso haja muito pelo na região torácica, pode ser necessária uma depilação na área, visando afixação dos eletrodos.

Assistência especializada

Não há como autoavaliar a necessidade de passar por um eletrocardiograma. Quem pode dizer isto é um cardiologista de confiança, como os que atuam na clínica da AssisteMed no centro de Belo Horizonte. Possuímos uma equipe competente, capaz de orientar e fazer um diagnóstico mais apurado de cada caso.

Para marcar sua consulta, entre em contato pelo telefone (31) 2010-5000, pelo WhatsApp (31) 2342-1200 ou pelo formulário do nosso site, o https://assistemed.com/.