O que é a acne e como tratar a condição?

+ + + + +

Segundo dados do Ministério da Saúde, a acne está presente na pele de 80% dos brasileiros entre 15 e 25 anos. O problema é mais comum na adolescência, mas diversos fatores podem levar ao surgimento das marcas.

E esta preocupação se reflete no sistema de saúde brasileiro. Em levantamento realizado pela Sociedade Brasileira de Dermatologia, foi destacado que casos de acne são as causas mais frequentes de consultas a esta especialidade, correspondendo a 14% de todos os atendimentos.

Mas o que é a acne?

A acne é, em suma, um processo inflamatório. A doença ocorre quando as glândulas sebáceas ficam obstruídas. Com isto, são gerados cravos, espinhas, cistos, caroços e cicatrizes.

A acne aparece na puberdade induzida pelo início da produção dos hormônios estrógenos e andrógenos. Apesar da maioria dos casos de acne se resolver espontaneamente na segunda década da vida, há exceções e algumas pessoas continuam apresentando os sintomas durante a vida adulta.

A acne aparece com maior frequência no rosto, peito e costas, onde o número de glândulas sebáceas é maior. A doença tem maior chance de aparecer caso os pais tenham apresentado casos de acne quando jovens.

A acne pode ter graus variados, com maior ou menor inflamação. Ela é mais grave quando apresenta cistos, caroços e muitas lesões.

Quais são os sintomas de cada grau?

Acne Grau I: apenas cravos, sem lesões inflamatórias (espinhas).

Acne Grau II: cravos e espinhas pequenas, com pequenas lesões inflamadas e pontos amarelos de pus.

Acne Grau III: cravos, espinhas pequenas e lesões maiores, mais profundas, dolorosas, avermelhadas e bem inflamadas.

Acne Grau IV: cravos, espinhas pequenas e grandes lesões císticas, múltiplos abscessos interconectados e cicatrizes irregulares resultando em deformidade da área afetada.

Como é o tratamento?

É importante destacar que é importante que seja feita uma consulta com um médico dermatologista, que avaliará o grau da acne e prescreverá os medicamentos mais adequados para cada situação. A terapia pode ser de aplicação local, ou de ingestão oral.

O tratamento tem como objetivo manter a sujeira e o óleo fora dos poros, reduzindo assim a inflamação.

É imprescindível que o paciente não perca as consultas de acompanhamento com seu médico. Deve-se manter um registro dos tratamentos que você usou, e como eles funcionaram. Há muitas alternativas e é importante munir o médico com o máximo de informações possíveis.

Assistência especializada

A AssisteMed tem uma clínica completa no centro de Belo Horizonte, com dermatologistas capacitados para tratar casos de acne e de outras doenças de pele. Possuímos uma equipe extremamente competente, capaz de orientar e fazer um diagnóstico mais apurado de cada caso.

Para marcar sua consulta, entre em contato pelo telefone (31) 2010-5000, pelo WhatsApp (31) 2342-1200 ou pelo formulário em nosso site.