?>

Catarata: o que é e como tratar a doença

+ + + + +

Uma das doenças oftalmológicas mais conhecidas, a catarata é uma doença de evolução lenta. Em casos de catarata, há uma lesão na estrutura chamada cristalino, esta lesão dificulta que os raios de luz formem imagens nítidas, o que compromete a visão. Pacientes com casos de catarata costumam relatar que é como se houvesse uma névoa ou forte neblina na frente dos olhos.

O cristalino possui a função de permitir a acomodação, ou seja, permitir que os nossos olhos foquem nas imagens.

Inicialmente, com a doença, a visão fica um pouco embaçada e os sintomas seguem evoluindo lenta e constantemente. Com a sequência da catarata, a pessoa passa a enxergar cada vez menos, chegando no estágio de apenas identificar luzes e vultos até que, se não tratada, evoluir para a cegueira. Segundo dados da Organização Mundial da Saúde (OMS), a catarata é a causadora de 47,8% dos casos de cegueira em todo o mundo.

Existe o mito de que a catarata seja uma doença que atinge apenas os idosos. No entanto, isto não é verdade. Apesar do público mais velho ser mais atingido pela doença, ela também pode aparecer em pessoas mais jovens, sendo causada por fatores diversos como uma sequela da diabetes, traumas nos olhos e uso de corticóides.

A catarata pode ser congênita, ou seja, presente desde o nascimento; secundária, que aparece devido a fatores diversos como doenças ou traumas ou senil que é relacionada à idade.

É importante salientar que os sintomas da doença não começam logo que ela é identificada, então é preciso ficar atento e com as consultas com o oftalmologista em dia. À medida que a doença avança, novos sinais são identificados como visão nebulosa, visão dupla, enxergar halos, enxergar brilhos, dificuldade para ler, dificuldade para dirigir, sensibilidade à luz.

Prevenção

Utilizar óculos escuros ao sair em dias ensolarados e evitar olhar diretamente para a estrela são recomendações básicas para atrasar ou prevenir o avanço da catarata. Evitar o uso de corticoides sem prescrição médica é outra medida essencial.

Manter uma dieta saudável, com alta presença de vitamina A nas refeições também é fundamental para garantir uma boa visão. Evitar o tabagismo é outra forma conhecida de prevenir a catarata.

Tratamento

O tratamento da catarata só é possível através da cirurgia. Este, no entanto, é um procedimento bem rápido e seguro, com uma alta taxa de sucesso.

Durante a operação, é aplicada anestesia no local e feita a substituição do cristalino por uma lente artificial feita personalizada para o formato curvatura da córnea daquele paciente.

Assistência especializada

A AssisteMed tem uma clínica completa no centro de Belo Horizonte, com oftalmologistas capazes de avaliar e identificar sinais de doenças oftalmológicas diversas. Possuímos uma equipe extremamente competente, capaz de orientar e fazer um diagnóstico mais apurado de cada caso.

Para marcar sua consulta, entre em contato pelo telefone (31) 2010-5000, pelo WhatsApp (31) 2342-1200 ou pelo formulário em nosso site.